Geral - 31/12/2019 - 09:35:46
Presidente Tutmés Airan aponta avanços do primeiro ano de sua gestão
Em entrevista à TV Tribunal, desembargador reafirmou intenção de consolidar ações na área de conciliação e avançar com novos projetos em 2020

O presidente Tutmés Airan de Albuquerque Melo demonstrou muito orgulho do que já foi feito em 2019, quando assumiu o Judiciário alagoano com dois objetivos: primeiro, melhorar a prestação jurisdicional, dando reposta mais célere; segundo, aproximar da sociedade. “Acho que conseguimos”.

A nomeação de 135 novos servidores, decisiva para  uma melhor prestação jurisdicional, também mereceu destaque do presidente, na entrevista à TV Tribunal, da Diretoria de Comunicação (Dicom) do TJAL. “Considerando nossas limitações, nosso orçamento, é número expressivo”. 

Criado para desafogar unidades judiciárias, o projeto Justiça Efetiva já produz resultados significativos. “Avançamos no sentido de dar apoio ao juiz no enfrentamento ao assoberbamento de processos”. Até dezembro, 60 mil processos em 14 unidades judiciárias já tinham sido movimentados.

A política de mediação e conciliação, indispensável à solução de conflitos, também avançou em 2019, quando foram inaugurados 12 centros de mediação e conciliação.  “A gente troca dez anos por seis meses, que é o tempo que a gente leva para conciliar. Avançamos com apoio de universidades”.

O uso da Inteligência Artificial para agilizar trâmites processuais, objeto de convênio com a Ufal, deve garantir uma melhor resposta e livrar o servidor das tarefas repetitivas. “Entra a máquina para que o servidor destine sua inteligência para efetivamente onde é absolutamente necessária”.

Os editais de pesquisa com objetivo de aprofundar o conhecimento da realidade e dar melhor resposta à sociedade, e o mestrado em Direitos Humanos, numa inédita parceria com a Unit, também são conquistas importantes do primeiro ano da gestão do desembargador  Tutmés Airan de Albuquerque.

Houve a criação da Vara de combate a crimes contra populações vulneráveis, além do lançamento do projeto Caravanas em Defesa da Liberdade Religiosa. “Abrimos as portas do TJ para todos os humilhados, oprimidos, ofendidos, morador de rua, morador de rua, comunidade LGBT, próprias religiosas afro”.

Para o presidente Tutmés Airan, o balanço é “extramente positivo”, o que o deixa muito feliz. “Nosso Poder Judiciário tem hoje uma boa aprovação do jurisdicionado, da sociedade, embora sempre haverá queixas, reclamos, sobretudo quanto à celeridade processual. Mesmo assim, avançamos bastante”.

Além do programa Adoções Possíveis, de incentivo à adoção tardia, lançado em 2019, Tutmés enfatizou os projetos da Casa da Criança e da Casa da Mulher, ambos de acolhimento de vítimas de violência, e atentou para a inauguração de mais três fóruns no interior e para o início do novo Fórum da Capital.

“Queria agradecer muito pelo apoio de meus colegas desembargadores e juízes. Agradeço também aos demais servidores. Sem servidor, a gente não pode fazer muita coisa”. Primando pela busca da melhor jurisdição possível em 2020, Tutmés avisa que será o ano de consolidação destes e de outros projetos.

         Aperte o play e assista ao diálogo, também disponível no IGTV e no Youtube do TJAL.

Maikel Marques - Dicom TJAL
imprensa@tjal.jus.br /  4009.3141/3240 



Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.