Adoções Possíveis - 08/06/2021 - 15:01:11
Grupo de Apoio à Adoção de Alagoas realiza primeiro encontro virtual nesta terça (8)
Reunião, aberta para todos os interessados, acontecerá a partir das 19h na plataforma Google Meet

- Grupo de Apoio à Adoção de Alagoas promove primeiro encontro virtual

O Grupo de Apoio à Adoção de Alagoas, vinculado à 28ª Vara Cível da Capital Infância e Juventude da Capital, realizará a primeira reunião virtual com pretendentes à adoção nesta terça-feira (8), a partir das 19h, por meio do aplicativo Google Meet. O tema do encontro de hoje é “Adoção e Apadrinhamento”.

A ação é aberta ao público e não precisa de inscrição prévia. Palestrarão Flávia Padilha, fundadora do Movimento PH Sistêmico, que aplica Constelações Sistêmicas em Varas de Infância e Juventude, e Silvana Moreira, coordenadora do Grupo de Apoio à Adoção Ana Gonzaga. Clique aqui no horário e participe também.

Segundo a coordenadora do GAAAL e psicóloga da vara, Fátima Malta, as reuniões eram presenciais e estavam suspensas durante o período da pandemia, com as atividades funcionando através de whatsapp, bate-papo e atendimento individual.

“Como a pandemia não terminou e sentimos a necessidade dessas reuniões, estamos vendo para fazer todas as segundas terças-feiras do mês, às 19h. Contaremos com a presença de palestrantes, teremos roda de conversa, entrevista com alguns pretendentes, alguns pais por adoção, padrinhos, técnicos e o que surgir entre voluntários e pessoas que realmente abraçam a causa, vamos aproveitar todas as informações possíveis para aprendermos também e repassarmos o que sabemos para vocês”, informou.

De acordo com a voluntária do grupo e também pretendente à adoção, Jhenyff Limeira, as reuniões são importantes para conversar sobre o tema, tirar dúvidas, compartilhar experiências e tornar a espera pelos filhos mais tranquila.

“Se você está querendo adotar pode participar das reuniões para entender um pouco melhor e também quem já está com seu processo em andamento, porque nós vamos compartilhando as experiências, as pessoas que já estão com seus filhos falam um pouco de como foi o período de espera e a gente vai conhecendo um pouco da realidade das crianças”, contou a voluntária.

Para Jhenyff Limeira, ouvir as histórias dos pais que já adotaram, pretendentes e dos próprios filhos que vieram pela adoção é fundamental para aumentar a experiência no assunto de cada participante.

“Nesse mundo da adoção algumas pessoas romantizam demais e o grupo de apoio serve para apoiar esse lado não-romântico. A gente sabe que nossos filhos virão com histórias, que não é fácil esperar. Cada pessoa, seja em casal ou solo, tem as suas particularidades, então cada um vai trabalhando a sua vivência nas reuniões. É realmente o momento que temos para compartilhar”, finalizou. 


Robertta Farias – Dicom TJAL

imprensa@tjal.jus.br


Curta a página oficial do Tribunal de Justiça (TJ/AL) no Facebook e acompanhe nossas atividades pelo Twitter. Assista aos vídeos da TV Tribunal, visite nossa Sala de Imprensa e leia nosso Clipping. Acesse nosso banco de imagens. Ouça notícias do Judiciário em nosso Podcast.